Micropigmentação de Calvície

A micropigmentação capilar, de calvície ou tricomicropigmentação como vem sendo chamada atualmente, consiste em simular folículos capilares misturando com os fios já existentes. No ano de 2012, Vanessa Silveira pioneiríssima na técnica a traz para o Brasil, fazendo sua divulgação nos principais programas e veículos de comunicação. Um dos programas em que ganhou muita repercussão foi o Programa do Gugu, apresentado por Gugu Liberato.

A grande vantagem da técnica é que não necessita de cirurgias, cortes ou anestesia. Outro fator positivo é que logo após o procedimento, já podemos visualizar os incríveis resultados.

Sem contra indicações ela é eficaz em todos os estágios de calvície e falhas no cabelo, para todas as idades e tipo de pele. Para pessoas que possuem calvície avançada, poucos fios, ou alopécia é possível simular uma cabeça raspada. Cicatrizes de implante são perfeitamente escondidas com este procedimento.

Na rede de Clínicas de Clínicas Vanessa Silveira a técnica utilizada consiste na associação da micropigmentacão capilar e a aplicação do laser, o que produz resultados fantásticos.

Procurar empresas ou profissionais despreparados e inabilitados pode causar sérios danos a auto-estima já que esta técnica requer grande destreza e profundo conhecimento de anatomia da pele.

A calvície é um problema que afeta especialmente os homens, pois a testosterona, hormônio sexual masculino, é a maior responsável pela queda do cabelo. Embora as mulheres também a produzam, nelas a quantidade é muito menor, porém vale lembrar, que hoje a calvície atinge 30% das mulheres e suas principais causas estão relacionadas a problemas hormonais, dietas e depressão.

Ao atingir a raiz do cabelo, a testosterona sofre a ação de uma enzima. Como consequência dessa reação surgem substâncias que vão reduzir a velocidade de multiplicação das células da raiz provocando a morte delas. O resultado é que o cabelo fica mais fino e seu crescimento mais lento.

Em outras palavras, o bulbo capilar, conhecido popularmente como raiz do cabelo,  fica localizado em um meio bioquímico nutritivo para que as células se multipliquem e formem uma haste que vai aumentando de tamanho. São células que se renovam de baixo para cima até morrerem na ponta do fio. Este processo faz com que os cabelos, depois de um certo tempo, caiam e sejam substituídos por outros ocorrendo um processo de renovação permanente. Porém, nos casos de calvície, este processo não se completa já que ocorre uma atrofia dos bulbos capilares fazendo com que não cresçam novos fios.

As causas mais comuns estão associadas à herança genética e distúrbios fisiológicos e emocionais, sendo que o problema também pode ser originado por alimentação desequilibrada ou até mesmo má higiene do couro cabeludo. “Com o aumento da oleosidade no couro cabeludo estimulam o aparecimento de caspa, bem como a descamação no couro cabeludo, podendo levar à queda de cabelo”, completa Vanessa Silveira, especialista em Micropigmentação e Diretora da Clínica que leva seu nome.

Não perca mais tempo, agende uma avaliação conosco.

micropigmentacao-capilarcalvicie-masculina-vanessa-silveira-micropigmentacao-capilar-raspado